“Quando falamos em genocídio não estamos exagerando”, alerta Eloy Terena, advogado da APIB

BRASIL-

“Quando falamos em genocídio não estamos exagerando. Temos comunidades que se o vírus entrar, desaparecem”, alerta Eloy Terena, advogado da APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil.

A Apib, em conjunto com organizações e apoiadores parceiros, aproveitou o simbolismo do maracá para chamar a sociedade à ação em prol dos povos originários na live Maracá – Emergência Indígena. Agora a live virou uma série em 8 episódios.

Assista agora aos episódios DEMARCAÇÃO JÁ e GENOCÍDIO e confira os primeiros episódios já lançados aqui: http://bit.ly/MaracaSerie

Apoie, compartilhe e fortaleça o plano Emergência Indígena, construído pela Apib em conjunto com sua rede de organizações indígenas regionais APOINME (@apoinme_brasil), ARPINSUDESTE, ARPINSUL (@arpinsulindigena), COIAB (@coiabamazonia), Comissão Guarani Yvyrupa, Conselho do Povo Terena (@cons.terena) e ATY GUASU: https://bit.ly/DoeEmergencia

Ver Dados do COVID http://emergenciaindigena.apib.info/dados_covid19/

Confirmados 29609

Indígenas mortos pela COVID-19 779

Povos afetados 156

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *