Mensagem da XIX Assembleia Geral Ordinária do CONIC

BRASIL-

No dia 27 de novembro de 2021, segundo ano da pandemia da Covid-19, pela Plataforma Zoom, realizou-se a XIX Assembleia Geral Ordinária do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), com a participação de delegados e delegadas das igrejas-membro, representações ecumênicas, regionais e estaduais, além de membros fraternos. A inspiração para a Assembleia foi o lema bíblico da Semana de Oração pela Unidade Cristã de 2022, preparado pelas igrejas do Oriente Médio. Segundo o texto do Evangelho de Mateus 2:2, os magos do Oriente avistam o anúncio do nascimento do Príncipe da Paz: “Vimos o seu astro no oriente e viemos prestar-lhe homenagem”.

Esta luz está prestes a reluzir com força, iluminando caminhos para a esperança em tempos caracterizados pelo aprofundamento de uma cultura antidialógica, não empática, em que as diferentes formas de violência, o racismo, a negligência com a vida do planeta, o tripudiar da dor e o sofrimento são recorrentes. 

 A XIX Assembleia Geral Ordinária do CONIC foi antecedida pelo Dia 20 de Novembro, Dia da Consciência Negra, e ocorre durante os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, além de preceder o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. Estas três datas relevantes para a afirmação de paz com justiça inspiraram nossas reflexões e projeção de futuro rumo aos 40 anos do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil.  

O ponto principal da Assembleia foi a apresentação da sistematização dos resultados da avaliação externa do CONIC. Em diálogo e escuta com igrejas-membro, regionais ecumênicos, membros fraternos e organizações parceiras de caráter não religioso, identificamos as contribuições do CONIC para as igrejas e a sociedade, e as expectativas que igrejas, estaduais, membros fraternos e organizações parceiras têm em relação à práxis ecumênica do CONIC.

Com a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 aprendemos sobre a centralidade do diálogo como compromisso de amor. O Evangelho exige compromisso com as causas justas apresentadas por Jesus em Mateus 25:31-46. Como resposta ao nosso batismo e vocação ecumênica, entendemos que uma forma de responder ao ódio, à intolerância e à cultura de não diálogo é afirmando e anunciando, de forma intransigente, a incondicionalidade e atualidade do amor de Cristo. Afirmar a alegria e a simplicidade do Evangelho é o que nos enraíza para viver a unidade na diversidade.

A Assembleia antecedeu o primeiro Domingo de Advento. Tempo de avaliar e olhar para o mundo que nos circunda e para as tiranias que precisam ser transformadas para que a paz, fruto da justiça, se concretize. Das atuais tiranias que identificamos, destacamos a fome, o desemprego e a falta de moradia.

Enfrentar as tiranias com solidariedade, amor e compaixão é nosso principal horizonte. Razão pela qual expressamos e incentivamos o apoio e o compromisso com as inúmeras campanhas promovidas pelas igrejas, pastorais e organizações diaconais pela segurança alimentar das pessoas em vulnerabilidade econômica e social. Estas campanhas são realizadas em obediência ao mandato de Jesus Cristo “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mc 6:37).

Neste ínterim, apoiamos a Campanha Por Um Natal Sem Fome, iniciada por Betinho e, este ano, assumida pelo Movimento dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Sem Terra (MST). Esta ação irá doar alimentos produzidos em assentamentos da reforma agrária, que serão doados para famílias em situação de extrema pobreza. A quantidade de alimentos em cada cesta será capaz de manter a família por um mês (considerando famílias de até quatro pessoas).

Incentivamos qualquer doação para a referida Campanha, que pode ser feita na:

Caixa Econômica Federal
Ag 1231
CC 2260-1
CNPJ: 11.586.301/000165
PIX.:  campanha@institutocultivar.org.br

A graça de Deus torna-se amorosidade incondicional em Jesus Cristo, criança. Que ela nos anime e encoraje para atos de amor e solidariedade.

Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *