Nota pública da assembleia da CESE em apoio aos familiares e amigos/as do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips

A Assembleia da Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE,  reunida em Salvador/BA, nos dias 09 e 10 de junho de 2022 AD, vem a público dedicar  orações, solidariedade e apoio aos familiares e amigos/as do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, que estão desaparecidos na região próxima à Terra Indígena do Vale do Javari. A região abriga a maior concentração de povos indígenas isolados em todo o mundo. A TI do Vale do Javari fica na fronteira do Amazonas com o Peru e a Colômbia, possui 8,5 milhões de hectares de terra demarcados, conformando a segunda maior Terra Indígena homologada do Brasil.

Como organização que luta pela defesa dos direitos humanos, manifestamos a nossa indignação com o descaso e a omissão do governo brasileiro, diante do desaparecimento destes profetas contemporâneos que defendem as causas indígenas e ambientais desde o dia 05 de junho, até o momento atual.

Registramos também o descaso deste governo com o território dos povos originários e o desmonte das políticas indigenistas e socioambientais que têm transformado a Amazônia em território de perseguição de lideranças de povos indígenas e comunidades tradicionais, além de palco de intensos conflitos protagonizados por invasores de terra associados ao garimpo e à extração ilegal de madeira. A área também é atravessada por disputas do narcotráfico, que se beneficia das fronteiras pouco fiscalizadas para dominar os fluxos de comércio de drogas entre os países da tríplice fronteira.

Reafirmando o nosso compromisso com os direitos humanos,  somamo-nos às lideranças religiosas, entidades, igrejas e sociedade civil organizada que exigem que o governo brasileiro disponibilize todos os recursos necessários para localizar nossos irmãos desaparecidos.

49ª Assembleia Geral Ordinária da Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE

Salvador, 10 de junho de 2022

Noticia de Hoje:

Esposa de Dom Philips diz a TV que corpos encontrados precisam passar por perícia para identificaçãoAlessandra Sampaio, esposa de Dom Philips, disse ao jornalista André Trigueiro, da GloboNews, que dois corpos foram encontrados na Amazônia e precisam passar por perícia para serem identificados. Alessandra chegou a dizer que os corpos localizados eram de Dom e Bruno e, segundo Trigueiro, esclareceu que a informação não é oficial. O jornalista britânico Dom Philips e o indigenista brasileiro Bruno Pereira estão desaparecidos desde domingo, 5 de junho, na região do Vale do Javari.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *