Lideranças espirituais assinam carta aberta a candidatos pedindo compromisso pela preservação da floresta amazônica

Encerrando a semana em que se celebra o Dia da Amazônia, a Iniciativa Inter-religiosa pelas Florestas Tropicais – IRI Brasil, juntamente com entidades religiosas nacionais de várias tradições espirituais e organizações sociais que atuam no campo da fé, realizaram um encontro inter-religioso e assinaram, neste sábado, 10/09, uma Carta Aberta aos candidatos e candidatas das eleições de 2022, pedindo que assumam compromissos públicos pela preservação da floresta amazônica.

evento ressaltou a importância dos valores ecológicos presentes em todas as tradições religiosas e apresentou a Carta Aberta, destinada aos candidatos à Presidência da República, aos governos dos estados da Amazônia Legal e também aos candidatos ao Senado e à Câmara Federal.

A Carta pede aos candidatos que assumam o compromisso público de parar o processo de destruição da floresta amazônica e de violação dos direitos dos povos indígenas, quilombolas, agricultores familiares e comunidades locais. Pede também que a região se desenvolva com sustentabilidade.

No documento, os líderes religiosos ressaltaram que “não podemos aceitar que a destruição da floresta e de tudo o que ela representa para nós, seja tratada com indiferença por parte das pessoas que pretendem governar esse vasto território de fundamental importância para o planeta Terra e para toda a humanidade”.

Em outro trecho, a Carta Aberta reforça o quanto precisamos mudar o cenário de violações de direitos humanos na região. “Ao contrário dos que dizem que o desmatamento é necessário para desenvolver a região, constata-se que a perda da floresta tem sido acompanhada por sofrimento, dor, miséria e desesperança para a maioria da população. A devastação caminha de braços dados com o aumento da violência, criminalidade e com as violações dos direitos humanos, especialmente contra os povos indígenas e as comunidades locais. Os 20 municípios campeões de desmatamento de 2019 a 2021 são também os campeões de pobreza, desigualdade e baixo progresso social”.

Por fim, as lideranças religiosas pedem que os candidatos à Presidência da República, aos governos do estados da Amazônia Legal e aos candidatos aos parlamentos estaduais e federal que se comprometam com a retomada e atualização do Plano de Ação Para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia e que seja criada uma Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, tendo a bioeconomia da floresta, a educação, o desenvolvimento científico, a valorização dos saberes e culturas tradicionais e o estímulo ao empreendedorismo como seus eixos principais, como proposto pelo Painel Científico da Amazônia e por outras iniciativas existentes.

A Carta foi assinada pelas lideranças religiosas das seguintes instituições e entidades: Aliança Cristã Evangélica Brasileira (ACEB), Confederação Israelita do Brasil (CONIB), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), Religiões pela Paz Brasil, União Nacional Islâmica (UNI), Federação Espírita Brasileira (FEB), Casa Galiléia, Instituto Clima e Sociedade (ICS), Instituto de Estudos da Religião (ISER), Instituto Vladimir Herzog, Movimento pela Ética Animal Espírita (MOVE), Nós na Criação, Perifa Sustentável, Rede Cristã de Advocacia Popular (RECAP), Renovar nosso Mundo, Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM), TEARFUND e Visão Mundial.

O encontro também contou com a participação do Climatologista Dr. Carlos Nobre, referência mundial no estudo das mudanças climáticas no contexto Amazônico, lideranças indígenas como o Assessor Jurídico do Conselho Indígena de Roraima Dr. Ivo Macuxi e a poetisa e ativista indigena Márcia Kambeba.

“A Amazônia é o que temos de mais rico neste país. E num contexto que testemunhamos muitas ações fundamentalistas, religiosas, e também muito racismo religioso, a Amazônia nos convoca para a unidade. Sem o bioma das florestas, muitas tradições de fé são violadas”, declarou a pastora Romi Bencke.

SOBRE A INICIATIVA INTER-RELIGIOSA PELAS FLORESTAS TROPICAIS

A Iniciativa Inter-religiosa pelas Florestas Tropicais – IRI-Brasil é uma iniciativa ligada à ONU e está presente no Brasil, Colômbia, Peru, República do Congo e Indonésia. Sua missão é trazer urgência moral e liderança baseada na fé aos esforços nacionais para acabar com o desmatamento das florestas tropicais, combater as mudanças climáticas, promover os direitos dos povos indígenas, quilombolas, agricultores familiares e comunidades locais e o desenvolvimento sustentável.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *