CEBIC repúdia ato de intolerância religiosa e vandalismo contra estátua da Mãe Stella de Oxóssi

O Conselho Ecumênico Baiano de Igrejas Cristãs (CEBIC) vem, por meio da nota, demonstrar seu repúdio pelo ato de intolerância religiosa e vandalismo praticado contra a estátua da Mãe Stella de Oxóssi, obra de arte composta por esculturas do orixá Oxóssi e de Mãe Stella, que foi incendiada na madrugada do dia 4 de Dezembro.

Nos solidarizamos com o povo de matriz africana, em especial, com as filhas e filhos do Ilê Axé Opô Afonjá. Atos como este têm se tornado uma constante na cidade de Salvador, que já teve vandalizados o busto de Mãe Gilda, a Pedra de Xangô e a Estátua de Mãe Estela, entre outros monumentos e terreiros.

Entendemos que se trata de Racismo Religioso e Crime contra o patrimônio público. Diante disto, esperamos que as autoridades competentes encontrem os culpados e que sejam implementadas, mediante políticas públicas, ações que reforcem a importância do respeito à diversidade Religiosa.

Fraternalmente, Igrejas e Organizações que compõem o CEBIC:

Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Igreja Presbiteriana Unida, Igreja Católica Apostólica Romana, Aliança de Batistas, Comunidade de Jesus, Comunidade da Trindade, Comunidade dos Colares, Coordenadoria Ecumênica de Serviço.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *