Antes a água era cristalina, pura e sadia

  • Version
  • Download 10
  • File Size 0.00 KB
  • File Count 1
  • Create Date November 26, 2018
  • Last Updated April 24, 2020

Antes a água era cristalina, pura e sadia

Antes a água era cristalina, pura e sadia percepções  quilombolas e ribeirinhas dos impactos e riscos da mineração em Oriximiná, Pará.

O levantamento de campo para elaboração do presente livro foi realizado para a Comissão Pró-Índio de São Paulo pela consultora Ítala T. Rodrigues Nepomuceno.
A pesquisa na comunidade Boa Vista ocorreu entre 25 e 31 de agosto de 2017 e incluiu a realização de entrevistas semiestruturadas com 25 comunitários, além de entrevistas abertas e conversações livres com informantes de variados perfis em termos de gênero e faixa etária. Já o levantamento nas comunidades Boa Nova e Saracá se deu de 17 a 20 de abril de 2018, tendo sido entrevistadas 22 pessoas de diferentes perfis em termos de gênero e faixa etária.

Os resultados dos levantamentos foram sistematizados
pela pesquisadora nos relatórios “A poluição das águas pela mineração de bauxita: percepções da Comunidade Quilombola Boa Vista, Oriximiná, Pará” (2017) e “Percepções dos ribeirinhos das comunidades Boa Nova e Saracá sobre os riscos associados a barragens de rejeito e sobre a poluição das águas ocasionadas pela mineração de bauxita em Oriximiná, Pará” (2018) que subsidiam o presente livro

 

© Comissão Pró-Índio de São Paulo
São Paulo, outubro de 2018
autoria
Lúcia M. M. de Andrade
fotos
Carlos Penteado
projeto gráfico
Irmãs de Criação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *